Nossos filhos e a internet

Nossos filhos e a internet

Todos nós usamos a internet para quase tudo hoje.

Para estudar, trabalhar, negócios, entretenimento… etc. Mas também é verdade que nossos filhos, muitas vezes sem capacidade de discernimento, se alimentam de conteúdos impróprios.

Ouvi a história de uma menina, que na escola ouviu dos colegas uma conversa de cariz sexual. Curiosa, recorreu a vídeos da internet onde pessoas explicavam o que significava. Como podemos imaginar só fez mais confusão na cabeça da menina.

Porque o mundo torna o pecado fácil, acessível, romantiza o pecado com o pretexto de que todas as formas de amor são validas, que a pessoa pode ter e fazer com o seu corpo o que quiser.

Enquanto crentes, sabemos que Deus fez homem e mulher e nada mais.

No entanto nós e os nossos filhos, vivemos nesse mundo e não conseguimos impedir o que os outros falam ou pensam.

Me faz lembrar a história de Daniel, Ananias, Misael e Azarias (Daniel-1, Belteshazar, Sadrach, Mesach e Abd-Nego), que foram tirados das casas dos seus pais para o palácio do rei Nabucodonosor e decidiram não se contaminar como os manjares do palácio.

Temos que ensinar os nossos filhos da mesma maneira. Não os teremos connosco para sempre, mas teremos a certeza de que onde quer que eles estiverem, as leis de Deus os guiarão.

Darmos abertura aos nossos filhos para quando ouvirem algo que os inquiete, tirarem as dúvidas com os pais. E nós explicarmos e dissiparmos as dúvidas, porque uma mente com dúvidas é uma porta aberta para o diabo encher nossos filhos com suas mentiras.

Até aqui nos ajudou o Senhor

“Ebenézer”

#ebenézer #filhos #educacao #internet

Comentários

Mulher… Deixa-te ser Filha!

Mulher… Deixa-te ser Filha!

Problemas… Todas temos certo? Mas… Como lidamos com eles?

A meu ver um dos maiores flagelos da mulher é o querer ser mãe de todos.

Eu sou um pouco adversa a problemas – não gosto de os ter, e deixa-me profundamente irritada que eles se arrastem no tempo, sem uma solução. O facto de não gostar de problemas leva-me a ser demasiado proactiva – e não me entendam mal, ser proactiva é excelente, mas não quando isso nos impede de depender de Deus.

As mulheres foram feitas para serem aquelas que providenciam, que resolvem e que proporcionam ao homem um ambiente estável. Somos mães, esposas, trabalhadoras, cozinheiras, enfermeiras, professoras e tantas outras coisas…. Está no nosso ADN a capacidade de resolver tudo rápido, de tal forma que quando algo nos foge do controlo nos sentimos frustradas.

 Mas quantas vezes nos deixamos ser filhas?
Se você é mãe, sabe bem o que quero dizer. Nós providenciamos tudo aos nossos filhos, nem ficamos à espera que eles nos peçam, certo?

Mas há situações que temos que largar o controlo da nossa vida, e entregá-lo ao Pai.
Há coisas que eu não consigo controlar e que ao tentar resolver na minha força só me vai trazer frustração.

Quando o problema é muito grande lembre-se – você é filha!

Sabe quando os seus filhos tentam fazer algo e depois de muita insistência pedem:
–  “Mãe, não consigo… Ajuda-me!”.

É exatamente assim que temos que ser com Deus. Quando a carga é muito pesada (como as mochilas da escola ao fim do dia) entregue o seu fardo a Deus. Ele promete ajudar.

Mateus 11:28-30
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.”

A minha exortação de hoje?
Não tenha medo nem vergonha de se sentar no colo de Deus.

“Uma mulher como tu”

#descansaremDeus #serfilha #família #Deus #umamulhercomotu