A jovem mulher nos dias de hoje

A jovem mulher nos dias de hoje

Venho de uma geração que já passou por muitas mudanças até agora.
Cresci a aprender que a mulher tem de se guardar, que o homem já pode fazer o que quiser, bla bla bla. Com o tempo, a mulher foi ganhando mais “liberdade”, mais direitos… Mas também a poder fazer aquilo que tanto criticavam nos homens há uns bons anos atrás, mas agora já é mais aceitável.

A verdade é que nós, jovens mulheres, temos muita expectativa vinda dos outros (família, amigos, sociedade, igreja…) e cada uma de nós é que tem de decidir para onde vamos e o que vamos fazer.

Agora pensem comigo: o que é que eu quero para mim? O que eu quero transmitir aos outros? Será que a opinião alheia vai influenciar o meu bem estar?

Independentemente do nosso status social, crença, país, etc., algo que tenho a certeza que é comum a todas é o querer ser feliz. Agora onde vamos buscar a felicidade vai depender de cada uma de nós. Todas temos gostos diferentes e isso é normal. Se fosse tudo a gostar do mesmo, não teria graça!

Mas atenção! As nossas decisões têm consequências. Nós escolhemos quais queremos ter, boas ou más.

Como jovem mulher, pode-se dizer que temos o mundo pela frente. Por isso, para e pensa no que queres para o teu futuro. Escolhe sabiamente o teu caminho. Não aceites perder, mas também não queiras ser mais que os outros.

Existe alguém que sabe qualquer que seja a situação pela que estás a passar e que, se tu O procurares, vai-te ajudar. Interessada? Lê Hebreus 4:15-16

Jovem mulher, foste criada para ser amada. És valiosa. Não te apresses nas tuas decisões, sê determinada e luta pelos teus objetivos.

“Crazy_but_sweet_too”

#crazybutsweettoo #jovem #mulhernosdiasdehoje #escolheumcaminho

Comentários

Manter o Cérebro Jovem

Espaço Mulher - Você tem valor

Saúde Bem-Estar

Manter o Cérebro Jovem

Existem 10 formas simples de ter um estilo de vida saudável, mantendo o cérebro em forma:

1. Opte pela dieta mediterrânica
Já é conhecido que uma dieta equilibrada, diversificada, rica em fruta e vegetais e pobre em gorduras saturadas, sal e açúcar contribui para um bom funcionamento do cérebro. Mas, recentemente, foi feito um estudo em que foi comprovado que a dieta mediterrânica: em que o peixe, vegetais e azeite são protagonistas, reduzia em 19% o risco de virmos a ter problemas de memória.

2. Divirta-se!
Ouvir música, dançar ou aprender a tocar um instrumento musical são maneiras de estimular o cérebro e mantê-lo activo.

3. Aprenda todos os dias
Estudar, ler, informar-se sobre temas que o apaixonem, aprender uma língua, ensinar os outros ou arranjar um novo “hobbie” ajuda a estimular o cérebro e a exercitá-lo, bem como fazer palavras cruzadas.

4. Sinta o que está à sua volta
Tome consciência dos sons, sabores e aromas. Usufrua das refeições, apreciando o sabor de cada alimento; ouça o barulho da chuva a cair a da água a correr no duche; concentre-se no cheiro de um bolo acabado de fazer.

5. Cuide do corpo
Por um lado, o exercício físico reduz o stresse ao estimular a produção de endorfinas que promovem a sensação de bem-estar. Por outro, a ciência já comprovou que a actividade física contribui para o aumento do hipocampo (zona do cérebro associada à estimulação da memória) que geralmente diminui com o avançar dos anos.

6. Vigie a tensão arterial
Modifique o seu estilo de vida de modo a manter a tensão arterial tão baixa quanto possível. Mantenha-se magro/a, pratique exercício físico regulamente, faça uma alimentação equilibrada, aprenda a gerir o stresse e limite-se a duas bebidas alcoólicas por dia, caso faça diariamente.

7. Controle os níveis de açúcar no sangue
Faça uma dieta saudável, pratique exercício físico com regularidade e mantenha o peso adequado.

8. Vigie os níveis de colesterol
Ter uma dieta equilibrada, um peso adequado e não fumar ajuda a melhorar os níveis de colesterol.

9. Não ingira bebidas alcoólicas em excesso
Duas bebidas alcoólicas deve ser o limite diário, o baixo consumo de bebidas alcoólicas pode reduzir o risco de doenças em seniores, segundo vários estudos.

10. Zele pela sua saúde mental
O stresse, a depressão, a privação de sono e o cansaço interferem no nosso desempenho cognitivo, afectando a nossa capacidade de concentração e de memória.

Comentários