Para além dos panos

Para além dos panos

Como dizia a minha mãe, toda a mulher tem que ter pelo menos um pano. Não sabia bem o porquê, mas a verdade é que sempre tive.

Como já referi anteriormente, uma das coisas que me impressiona é a maneira como cada povo se expressa diante de Deus, da vida, dos problemas, a noção de pecado que muitas vezes se funde com as tradições do país, fazendo com que haja um conflito em muitas pessoas quando se deparam com a verdade da palavra de Deus. Na cultura africana, por exemplo, isso não se passa somente pela maneira de estar, de dançar (modéstia à parte, dançamos muito bem), mas também na maneira de se vestir.

O tecido africano é cheio de cor, de vida, diversidade e significados.

No continente africano, o tecido africano tem vários nomes:
Pano, em Angola;
Capulana em Moçambique;
Andrika no Ghana;
Bogolan no Mali;
Adire na tribo dos Ioruba da Nigéria;
Kuba são tecidos bordados pelo povo Kuba do Congo;
E kitenge na Zâmbia.

O tecido africano pode mostrar vários aspetos da vida de uma mulher: a posição social e económica, o estado civil, e a ocasião em que é vestido tal traje.

Tem também várias utilidades, desde o amarrar crianças às costas a simplesmente amarrá-lo à cintura em cerimónias tradicionais, tendo ainda inúmeras outras funções como ser usado para peças de ornamentação, e até já chegou às grandes passarelas de moda do mundo. 

Cada tecido é um traço de identidade de cada povo, e isto só nos mostra como Deus nos fez cada um de uma maneira única e especial.

Como está escrito em Apocalipse 5:9, Jesus foi morto e com o seu sangue comprou para Deus homens de toda a tribo, povo, língua e nação.

Mesmo que diferentes, somos todos criaturas de Deus e Ele nos ama da mesma maneira.

Até aqui nos ajudou o Senhor

“Ebenézer”

#ebenézer #somostodosfilhosdeDeus #culturas

Comentários

Cultura: Aceitar ou Mudar?

Mudar de Cultura

Espaço Mulher - Você tem valor

Estudos

Mudar de cultura

1 – A Atitude diante Mudanças de Cultura
Precisa de mudar de país por causa de sua profissão, do seu marido, da Igreja?
Pode parecer o fim do mundo – Cultura diferente, língua diferente, comida diferente, ar diferente, tudo diferente!
Podemos ter 2 atitudes:
a) é um grande problema, muito complicado, difícil de mais.
Há muitas esposas que com esta atitude têm estragado o ministério do seu marido. Muita esposa usa-se disso para manipular o marido.
Age à maneira do diabo, abrindo portas ao diabo com todas as consequências.
b) é uma oportunidade de crescer, de aprender
Usa tudo a seu favor, abrindo a sua mente. Quem sabe que não sabe tudo, sempre aprende de tudo, e vai crescer.
Filipenses 4:13 “Posso todas as coisas naquele que me fortalece.”
Romanos 8:28 “… sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus…”

2 – Diferente não é Errado
Cada cultura tem o seu lado bom e o seu lado ruim.
a) Saudades é uma maldição.
Faz com que a pessoa nunca esteja contente onde está.
A pessoa vive no passado, nem pode receber as bênçãos que Deus tem para dar. Deus supre todas as nossas necessidades!
b) Não comparar culturas
Se alguém está sempre a dizer:
– Mas em Portugal se faz assim, (ai, é tudo tão difícil aqui);
– No Brasil as pessoas são diferentes, mais amorosas, (ai, são tão frios na Europa);
– Em Angola a comida é melhor, trata-se melhor da família (ai, eles aqui não sabem);
Uma pessoa que só fala do outro país, está a dizer que a cultura, as pessoas com quem vive agora não prestam, não têm valor, fazem tudo errado.
Você não está a respeitar as pessoas.
Resultado: Ninguém vai gostar de si. Ainda fica mais difícil, está a colher o que semeou.
Muda de atitude: É diferente, não é errado!
c) Adapte-se à cultura e ao país onde está a viver
Se é num país onde se fala Inglês, aprenda falar Inglês. É o mínimo que pode fazer para mostrar o seu respeito para as pessoas que vivem lá.
É difícil? Você não é burra! Vai conseguir, é só começar.
Se alguma coisa não existe onde você vive, não tem a comida de bebé?
Adapte-se! Não leve comidas de bebé de lata até África. Lá os bebés também comem, mude!
Aprenda, abra a sua mente. Deus é Deus de todas as culturas!!!
Filipenses 4:11,12 “… já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre.
Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira e em todas as coisas estou experimentado, tanto em ter fartura, como em passar fome; tanto em ter abundância, como em padecer necessidade.”
I Corintios 9:20-23 “Fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse eu debaixo da lei (embora debaixo da lei não esteja), para ganhar os que estão debaixo da lei;….. . Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.”

Comentários